Home
 
  No Teatro Municipal do Barreiro:  
     
  1997 - Quiosque, de Fernando Gomes
1998 - A Bruxinha que era Boa, de Maria Clara Machado Cecile ou a Escola de Pais, de Jean Anouilh Enquanto Espero por Ti Meu amor, colectivo
1999 - Pluft, 0 Fantasminha, de Maria Clara Machado
Os Novos Confessionários, de Isabel Medina
Salazar - Deus, Pátria, Maria, de Maria do céu Ricardo Luca e Gila, de Manuel Gonçalves
2000 - Dámabrigo, de Barrie Keefe
2001 - 0 Despertar da Primavera, inspirado na obra de Frank Wedekind 0 Menino de Belém, de Manuel Martinez Mediero
2002 - Os anjinhos, de Rui Zink
Jinguba, de Joaquim Pedro Ferreira
Pintores e Ladroes (Os Pintores não têm recordações e Nem todos os Ladrões vem por mal), de Dario Fo
2003 - 0 Aumento, de Georges Perec
A outra Costela de Adão, de Joaquim Pedro Ferreira 0 Rato Voador, de Joaquim Pedro Ferreira A Cosa de Bernarda Alba, de Frederico Garcia Lorca
 
     
23 ANOS DE TEATRO
   
No Externato Manuel de Mello, no Barreiro:
 

1980 - A Fuga, de Hélder Lobo
1982 - 0 Céu da Minha Rua, de Romeu Correia 1983/84 Amanha, de Manuel Laranjeira
1985 - Avejão o Doido e a Morte, de Raul Brandão
1986 - Três em Lua-de-mel, de Henrique Santana e Ribeirinho 1987 - 0 Desconcerto, de Jaime Salazar Sampaio 1988/89 Farsa de Inês Pereira, de Gil Vicente
1990 - Embora as Teus Olhos Sejam (0 Meu caso, de José Régio e a Porta Fechada, de Jean Paul Sartre)
1992 - Guerras de Alecrim e Manjerona, de António José da Silva 1993 - Alta Barca pró Inferno, a partir de Gil Vicente 1994 Antlgona, de Jean Anouilh 1996 Um Homem de Sorte, de Vicente Sanches
1997 - Índia (Pranto de Maria Parda e Auto da Índia), de Gil Vicente



 
 
   
O motivo
   
Artistas
Fotografias
Música
Links
 
email